Interpelação criminal em face dos jornalistas Rodrigo Rangel e Hugo Cesar Marques, que publicaram matéria afirmando que a PF passa a tratar o ex-presidente Lula como oficialmente suspeito e seria investigado pelos desvios de verba cometidos através da Petrobrás.