Em relação à denúncia anunciada hoje pelo Ministério Público Federal, em Brasília, de sete pessoas, entre elas Luiz Inácio Lula da Silva, a defesa do ex-presidente presta os seguintes esclarecimentos: “O ex-presidente Lula reafirma que jamais praticou atos de corrupção ou qualquer ilícito. Essa é mais uma denúncia injusta, que apenas reforça o processo de lawfare praticado contra Lula, ou seja, a má utilização das leis e instrumentos jurídicos para fins de perseguição política. A inocência de Lula deverá ser reconhecida nessa ação penal, assim como em outras ações que foram propostas para acusar o ex-presidente sem qualquer base jurídica. “

Cristiano Zanin Martins

São Paulo, 11 de setembro de 2017